slider

Destaques

POSTS RECENTES

Dona Lucinha Restaurante, a tradicional comida mineira em BH

28 de janeiro de 2017
Durante o Tour que fizemos em BH paramos para almoçar em um dos restaurantes mais tradicionais e elogiados da cidade quando o assunto é comida mineira, o Dona Lucinha Armazém Restaurante.
Só de olhar o charme do restaurante pelo lado de fora já tivemos vontade de entrar. Na porta uma mesinha repleta de licores (cortesia) lhe dá as boas vindas! Realmente os mineiros sabem receber! 

Comida mineira em BH

A comida é daquelas que todos nós esperamos encontrar em Minas Gerais, farta e com gostinho de feito em casa! R$49,90 por pessoa para comer de TUDO, a vontade!

Um buffet caprichado com as comidas mineiras mais típicas: feijão tropeiro, frango com quiabo, farofa, couve, pele de frango frita (sequinha, achei que não iria gostar mais adorei), frango ao molho pardo, vaca atolada, carnes, angu (polenta) etc. E ainda pão de queijo quentinho que recheamos com a linguiça artesanal (levemente picante) MARAVILHOSA, como tudo servido ali.


Dona Lucinha Restaurante BH

Dona Lucinha Restaurante BH

Dona Lucinha Restaurante BH

Para completar, sobremesas deliciosas também estavam inclusas: ambrosia, goiabada, doce de cidra, laranja da terra, entre outros, servidos com aquele queijinho mineiro, claro! O doce de leite
 não era daqueles tããaao doces (que a gente ama, mas alguns acham enjoativo).


ONDE COMER COMIDA MINEIRA EM BH

O restaurante também serve pratos a la carte (inclusive opções vegetariana, vegana e doces diet).


O Dona Lucinha faz questão de preservar o sabor e a cultura dos tempos coloniais de Minas Gerais. Retrata muito bem a história através da decoração com utensílios, louças e móveis de época (verdadeiras relíquias), além de um painel gigante no teto (lindo!!).


Comida mineira em Belo Horizonte

Comida mineira em BH

O retrato na parede é apenas uma das tantas homenagens que a Dona Lucinha já recebeu (hoje com 86 anos leva uma vida mais tranquila - merecidamente).


Autora do livro "História da Arte da Cozinha Mineira" serviu de inspiração para o enredo da Salgueiro no carnaval de 2015 "Os sabores de Minas Gerais", Dona Lucinha foi homenageada e desfilou como destaque em um dos carros alegóricos.

Hoje, quem está a frente do restaurante é a Márcia, filha de Dona Lucinha (uma simpatia de pessoa que faz questão de receber os clientes como se fossem amigos visitando a sua casa).



Marcia Clementino Nunes (Filha de Dona Lucinha) 

Com outras unidades espalhadas por BH e até em São Paulo, o Dona Lucinha Armazem é o que tem uma das melhores localizações da cidade (praticamente ao lado do Patio Savassi - na Rua Padre Odorico, 38) sem contar o capricho na decoração, o atendimento, as receitas, o sabor da comida que a Márcia, para orgulho da mãe, faz questão de manter até hoje!! 

Pra finalizar aquele "cafezim" não pode faltar!

Dona Lucinha Restaurante BH

Sem dúvida foi uma das nossas melhores experiências durante toda a viagem a Minas, então fica a dica, se estiver em BH e quiser a tradicional comida mineira com aquele toque de requinte, TEM QUE IR no Dona Lucinha Armazem e Restaurante. ;)

👉 Veja AQUI o Tour completo que fizemos em BH, com dicas dos principais pontos turísticos.

👉 Belo Horizonte: quando ir, o que fazer, onde ficar, todas as dicas.

👉 Todas as nossas dicas de Minas estão reunidas AQUI.

Serviços:

Dona Lucinha Armazém e Restaurante
www.donalucinha.com.br
Endereço: R. Padre Odorico, 38 - São Pedro, Belo Horizonte - MG, 30330-040
Telefone: (31) 3227-0562
Horário de funcionamento: Almoço - Seg. a Sáb. das 12h as 15h. Domingos das 12 as 16h. Jantar- de Seg. a Sáb. das 19h as 22h

*Essas são nossas experiências, opiniões pessoais e imparciais. Preços, horários e informações referem-se a data da nossa viagem e podem ser alterados ao longo do Tempo. Agradecimentos: Dona Lucinha Restaurante/Master receptivo



CONTRATE AQUI OS SERVIÇOS E NOS AJUDE A MANTER O BLOG:


.
Pin It
Nenhum comentário

0 comentários:

Postar um comentário

Dicas de Hospedagem

Booking.com

Gastronomia

 

Siga no Instagram @blogtemqueir