slider

Destaques

1 de abril de 2018

Buenos Aires - Quando ir, onde se hospedar, o que fazer, onde comer, documentos, câmbio...Dicas essenciais!



Primeira vez em Buenos Aires? Então você precisa ler essas dicas! 😉

Documentos para entrar na Argentina

Assim como em outros países da América do Sul, nós brasileiros conseguimos entrar na Argentina somente com o RG ou Passaporte (sem a necessidade de visto, vacinas ou qualquer outra burocracia).

Mas atenção, o RG precisa estar em bom estado! Existe uma “lenda” de que precisa ter sido expedido no máximo há 10 anos, mas o importante mesmo é que esteja em perfeitas condições para que você seja identificado, ou seja, com uma foto recente. Lembrando que não vale CNH, Carteira de Trabalho, da OAB ou qualquer outro documento, apenas RG ou Passaporte.




OK, então só o RG já serve? Sim, mas nós aconselhamos que, se você tiver condições, já emita logo o seu passaporte e fique mais tranquilo. (clique aqui para acessar o site da PF e requerer seu passaporte).

Primeiro porque o passaporte vale por 10 anos, então na sua próxima viagem você não irá se preocupar com isso, segundo que em todos os lugares solicitam o passaporte, desde o aeroporto no Brasil, quando você desembarca na Argentina, no hotel, etc....se já tiver um vai evitar de ter que ficar falando toda vez, "só tenho o RG pode ser?" Terceiro que você já vai colecionando carimbos, e acredite, isso pode facilitar na hora de conseguir visto para entrar em outro país. Então melhor garantir e providenciar de vez seu passaporte.


Qual a melhor época para ir a Buenos Aires - Clima, alta e baixa temporada!




As estações do ano em Buenos Aires acontecem nos mesmos meses do Brasil. Durante o inverno (junho, julho, agosto) faz muuuuito frio, chega a bater os 5°. Já nos meses de dezembro e Janeiro o calor é forte, com temperaturas chegando fácil na casa dos 30°. O melhor mesmo é um meio termo, nos meses de abril, maio (outono) ou setembro, outubro e novembro (primavera) quando as temperaturas ficam mais amenas entre 15° e 25°. E as chuvas não são tão frequentes quanto no meio do ano.

Nós somos do tipo que fugimos do frio, então por esse motivo escolhemos ir em Novembro e não poderíamos ter feito escolha melhor! O clima estava ótimo (friozinho apenas no amanhecer e a noite - nada que um casaco leve não resolvesse), céu azul na maioria dos dias, mais pessoas nas ruas, atividades nas praças e ainda com um detalhe super especial, os Jacarandás roxos, todos floridos e perfumados, fenômeno que só acontece uma vez ao ano (em novembro). A cidade estava linda!!

Mas claro que nem tudo são flores, nesta época de final de outubro e novembro já é considerado alta temporada, assim como dezembro, janeiro e julho (época de férias), consequentemente hotéis mais cheios, preços mais elevados, etc.


A chegada em Buenos Aires - Opções para sair do Aeroporto


Bienvenidos - Bienvenidas!!

Você chegará em Buenos Aires pelo aeroporto Ezeiza (EZE), o maior e mais longe da cidade, cerca de 50 minutos, ou pelo Aeroparque (AEP), mais perto, a 10 minutinhos do centro.

Você pode optar em sair dos aeroportos de taxi (existem guichês confiáveis dentro dos aeroportos que oferecem tarifas fechadas); chamar um uber (que não vimos tanta vantagem, achamos o serviço mais caro do que no Brasil); ônibus executivo (Manuel Tienda León) que faz o trajeto dos aeroportos até o Terminal Madeiro, em Buenos Aires, bem próximo à estação Retiro, da linha C do metrô. Os ônibus saem de meia em meia e a passagem custa 240 pesos saindo do Ezeiza e 110 pesos saindo do Aeroparque (preços dez. 2017).

Nós optamos pela tranquilidade e fechamos o Transfer in/out junto com todos os nossos passeios com a empresa Bsas4u - Daytours4u. Vale a pena!



Câmbio em Buenos Aires




Primeira coisa, deixe para trocar seus reais em Buenos Aires, as cotações são bem melhores!

Os dois aeroportos contam com agências do Banco de la Nación Argentina "Banco Nación". No Ezeiza funciona todos os dias, 24 horas, no Aeroparque também funciona todos os dias, porém das 6h à meia-noite. Mas troque só o necessário porque as melhores cotações estão mesmo nas casas de câmbio que ficam no centro da cidade, como as da rua Sarmiento ou até mesmo a que fica na Galerias Pacífico. Outra dica é trocar sempre em horário bancário (das 10h as 16h) fora desses horários ou aos fins de semana as cotações caem. Quando fomos estava uma média de 4,80 a 5 pesos para cada R$1,00 (nov. 2017). Caso precise trocar no Domingo, a única casa de câmbio aberta está no Abasto Shopping (o maior da cidade).

Onde se hospedar em Buenos Aires




Consideramos Recoleta e Centro, sem dúvida, os melhores lugares para se hospedar! São centrais, de fácil acesso a todos os lugares, todo tipo de transporte, bons e seguros para caminhar (sim nos sentimos muito seguras mesmo no centro de Buenos Aires), claro que como toda capital você deve ficar atento, mas chega até ser triste pra nós dizer isso, nos sentimos mil vezes mais seguras em Buenos Aires do que em qualquer outra capital que já conhecemos no Brasil (e olha que não foram poucas).

Nessas duas regiões há muitas lojas, restaurantes, shoppings, casas de câmbio e com um detalhe importantíssimo, estão dentro do circuito turístico e inclusas no roteiro dos transfers e passeios das agências. É isso mesmo, pode até parecer estranho mas as agencias de turismo só te buscam e te deixam no seu hotel se estiver hospedado na Recoleta ou na região central, qualquer outro bairro, como Palermo por exemplo, você terá que se deslocar até um ponto de encontro nessas regiões por conta própria!

Abaixo listamos nossas experiências de hospedagem em Buenos Aires:

👉Esplendor Plaza Francia - no coração da Recoleta. Reserve aqui com a melhor tarifa.

👉Own Recoleta - entre o centro e Recoleta, próximo a tudo! Reserve aqui com o melhor preço.

👉Globales República - Centro, bem em frente ao Obelisco. Reserve aqui sem taxas.

👉Uno Buenos Aires Suites -  Região Central, próximo a Plaza del Congreso. Reserve aqui com a melhor tarifa.

👉Todos os hotéis em Buenos Aires com até 50% de desconto e sem taxas de reserva!

Como funciona o transporte público em Buenos Aires 




O transporte público em Buenos Aires é bem amplo e funciona muito bem. Para usar o ônibus chamado de "coletivo" ou metrô - "subte", é necessário utilizar um cartão chamado SUBE, este cartão pode ser comprado em bancas, lojinhas, mas o ideal é comprar na própria estão do metrô, assim você paga o valor oficial de $25 pesos (em novembro/2017). Depois disso é necessário carregar (nesses mesmos locais) e usá-los como pagamento na hora de usar o transporte (passar na catraca do metrô e ônibus - da mesma forma que acontece em São Paulo, Rio e muitas outras cidades do Brasil) mas lembre-se o cartão SUBE é o único meio de de pagamento das passagens.

Um mesmo cartão sube pode sim ser usado por mais de uma pessoa, basta colocar o crédito referente ao valor das passagens e passar quantas vezes for necessário. O metrô custa $7,50 pesos e funciona de 6h as 2:30h durante a semana e até as 22h nos finais de semana. Os ônibus custam de $6 a $7 pesos, de acordo com a distância percorrida e a maioria das linhas são 24h.

👉Confira aqui as tarifas atualizadas

Internet - Como usar o Wi-fi em Buenos Aires




Ficamos admiradas como tem Wi-fi GRATUITO oferecido pelo governo em praticamente todos os lugares da cidade: praças, museus, estação de subte (metro), pontos turísticos, etc. 

O acesso à rede é bem fácil e nem precisa de senha, basta colocar o seu celular no MODO AVIÃO, ativar o Wi-fi, localizar uma rede BA Wi Fi, aceitar os termos e condições do serviço e pronto! Você já vai estar conectado! Além disso praticamente todos os hotéis, restaurantes, shoppings, cafeterias... disponibilizam Wi-fi gratuito aos clientes. 

Pra nós foi uma mão na roda. Não precisamos comprar outro chip, nem gastar nada a mais pra ficar a viagem toda conectadas! Usar redes sociais, WhatsApp, acessar emails...tudo normal, lembrando que para o Wi-fi funcionar, o celular deve estar em MODO AVIÃO.

Quanto tempo ficar em Buenos Aires, o que fazer?




A cidade é incrível!! Tem tantos lugares interessantes para conhecer. Indico no minimo 7 dias para viver Buenos Aires como se deve. Visitar os principais pontos turísticos - que são muitos, curtir uma bela noite de tango, passear nos bosques de palermo, na Recoleta, ir jantar em Puerto Madero, aproveitar para conhecer o luxuoso Cassino e ainda reservar um dia para a encantadora Tigre.



Buenos Aires é segura, cidade reta, convidativa para caminhar, bem estruturada em relação ao transporte público, é bem fácil chegar na maioria dos lugares. 

Para passeios com agências, Transfers e show de tango há de se ter cuidado e fazer com empresas de confiança. Nós fizemos tudo com a Daytours4u, empresa que oferece serviços em diversos países (Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile, Brasil, etc), sua marca em Buenos Aires é Bsas4u - eles tem um site ótimo que dá pra consultar informações, ver preços e reservar todos os serviços de forma fácil e segura! Recebemos os vouchers por e-mail, tivemos suporte pelo WhatsApp, foi tudo perfeito do início ao fim da viagem.



Veja nossas dicas de passeios: 


👉 O que fazer em Buenos Aires - Listamos os pontos turísticos e atrações imperdíveis!

👉Buenos Aires Bus, o City Tour mais famosos da cidade!  

👉 Show de Tango em Buenos Aires  - Como escolher? Nossa experiência no El Aljibe Tango

👉Passeio a Tigre - Nossa experiência no Roteiro de um dia saindo de Buenos Aires

👉Casino Buenos Aires - conheça o luxuoso Casino flutuante de Puerto Madero e nossa deliciosa experiência no requintado restaurante Pleno Buffet

Pratos típicos - Onde Comer em Buenos Aires




Pensou na Argentina comida boa vem a cabeça! Impossível visitar a capital sem experimentar uma boa "Parrilla" - churrasco, comer um bom "Bife de Chorizo", acompanhados do delicioso tempero chimichurri, bons vinhos; empanadas, além de medialunas (uma espécie de croissant magrinho no formato de uma meia lua que não falta na mesa de café dos argentinos), os melhores alfajores, doce de leite e uma infinidade de outras delícias pra deixar qualquer estômago feliz durante a viagem!! 

Confira o post 👉 Onde comer em Buenos Aires - onde listamos nossas melhores experiências, além de dicas e curiosidades na hora de comer para os brasileiros na Argentina.

A receptividade dos argentinos em relação aos brasileiros




Não há qualquer rivalidade entre argentinos e brasileiros (tirando o futebol é claro, rs). Nos sentimos muito bem recebidas por todos, claro que as diferenças culturais existem! Sentimos que os argentinos são mais "na deles", simpáticos sim, porém discretos, elegantes em sua maioria, menos expansivos do que nós brasileiros que puxamos papo com todos e saímos por aí rindo a toa. Ahahahaaaa 

👉 Confira aqui o post que fizemos com tudo que achamos de mais curioso e dicas para os brasileiros se virarem bem na Argentina. 

Eles se esforçam para entender o português, o conselho é falar devagar e estudar umas palavrinhas antes para não pagar "micos" e facilitar a vida na hora de pedir alguma informação na rua, um prato no restaurante, etc ... No 

final rola um "portunhol" que de um jeito ou de outro todos se entendem!

Foi tudo muito mais legal do que imaginávamos! Uma viagem inesquecível! Não é atoa que Buenos Aires é um dos destinos preferidos dos Brasileiros! Tem que ir!!




*Essas são nossas experiências e opiniões pessoais. Preços, horários e informações referem-se a data da nossa viagem (Nov/2017), portanto podem ser alterados ao longo do Tempo.




Veja Também:

👉O que fazer em Buenos Aires - Listamos os pontos turísticos e atrações imperdíveis!

👉Onde comer em Buenos Aires - Listamos nossas melhores experiências!


👉Buenos Aires Bus - Saiba como é o City mais famoso da cidade!

👉Casino Buenos Aires - conheça o luxuoso Casino flutuante de Puerto Madero e nossa deliciosa experiência no requintado restaurante Pleno Buffet

👉Passeio a Tigre - Nossa experiência no Roteiro de um dia saindo de Buenos Aires

👉Show de Tango em Buenos Aires - Nossa experiência no Aljibe Tango

👉O que fazer em Montevidéu - Os principais pontos turísticos da cidade em um único dia!

👉Curiosidades e dicas para os brasileiros na Argentina -  curiosidades e dicas essenciais para te ajudar a se virar no "portunhol" e evitar "saias justas"



4 comentários:

  1. Gisele Souza03 março, 2018

    Estou amando as dicas, vou para Buenos Aires agora em Julho, sei que vai ser frio, mas mesmo assim acredito que vamos conseguir aproveitar!

    Post muito útil. Obrigada por compartilhar.

    Beja

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gisele,

      Ficamos felizes em saber que está gostando das nossas dicas :)
      Sim! Prepare o casaco e aproveite muuuuito, Buenos Aires é linda e também combina com o "friozinho". Aproveite para conhecer algumas das cafeterias da região. (Temos dicas no post "Onde comer em Buenos Aires").

      Beijos

      Ma e Ka

      Excluir
  2. Informações valiosas. Já fui três vezes para Buenos Aires, da próxima quero fazer Tigre, vi seu post, acho que vale a pena.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leandro.

      Obrigada por suas palavras, de fato Buenos Aires é encantadora, já estamos com vontade de voltar.
      Gostamos bastante do passeio a Tigre, fizemos o de dia inteiro, acho que vale a pena porque inclui também um tour na cidade, almoço, o mercado Puerto de Frutos e claro o passeio de barco pelo Delta com retorno a Buenos Aires.

      Abraços.

      Ma e Ka

      Excluir

Posts Populares

 
Tem que ir ©| Desenvolvido por Onze Web.