slider

Destaques

11 de fevereiro de 2017

Tour em BH, um dia pelos principais pontos Turísticos de Belo Horizonte







Se tem uma coisa que adoramos fazer quando chegamos num lugar novo é o City Tour, então reservamos um dia inteirinho para conhecer os principais pontos turísticos da capital Mineira. Bora turistar em Beaga...

Saímos do hotel por volta das 8:30 da manhã, a bordo da Master Recepivo (empresa que opera em passeios regulares, transfer, roteiros exclusivos, privados e personalizados). No caso do Tour por BH os passeios regulares costumam durar em torno de 4 horas com paradas um pouco mais rápidas e de uma forma mais panorâmica, então resolvemos investir em um Tour privativo para conhecer com calma e dar a devida importância que esses lugares tão lindos merecem...

Fomos direto para o principal cartão postal da cidade, a Lagoa da Pampulha, onde está o chamado Complexo Arquitetônico da Pampulha, com obras projetadas por Oscar Niemeyer sob encomenda de Juscelino Kubitschek, ganhou o título de Patrimônio Mundial da Humanidade!!



A Igrejinha de São Francisco de Assis é o marco da Lagoa (e de Belo Horizonte), fomos em um domingo e além desse clima de lazer, com famílias passeando, a igreja estava aberta para missa...




A Lagoa é gigante (18 Km de extensão) então para dar a volta completa e conhecer os outros lugares que fazem parte do complexo escolhemos um jeito bem especial, passeio com a Jardineira Retrô....





O passeio acontece aos sábados, domingos e feriados (com diversas saídas entre 10h e 17h - ao lado da igrejinha - R$20,00 por pessoa) Ao som de música de época e uma guia caracterizada (além do guia da Master que nos acompanhou o trajeto inteiro complementado todas as informações) paramos para conhecer a Casa onde Juscelino Kubitschek (Nonô, para os mais íntimos, rs) onde costumava passar seus finais de semana com a família...


Imagens, móveis, objetos da família e ainda um anexo com uma exposição que retrata o início das obras na Pampulha (quando não tinha praticamente nada ali) Foi um dos lugares que mais gostamos de conhecer do complexo.






Praticamente em frente a Casa Kubitschek tem um mirante com as estátuas de JK, Niemeyer, Portinari e Burle Marx (os quatro responsáveis pela construção do complexo arquitetônico da Pampulha) aproveitei para descansar um pouquinho ao lado de Portinari, rs


A próxima parada foi no MAP - Museu de Arte da Pampulha (antigo cassino)...







Ainda passamos (sem parada) na casa de Baile, no Iate Tênis Clube, no Parque Ecológico e no Zoológico. Além de avistar o imponente Mineirão.
Casa do Baile

Da Pampulha seguimos para conhecer o centro da cidade, Igreja de São José, a Praça Sete, a Praça da Estação, os Prédios Centenários, o Mercado Central de Bh (considerado um dos três melhores do mundo - se entrássemos seria difícil nos tirar de lá, então optamos em dedicar um dia exclusivo para o Mercado e suas delícias - veja o post) e ainda uma parada na tradicional “Feira de Artes, Artesanatos e Produtores de Variedades, conhecida como ” Feira Hippie, que acontece a mais de 40 anos todos os domingos de 6h as 14h na Av. Afonso Pena com mais de 2.500 expositores de artesanatos, roupas, sapatos, bolsas, bijuterias, objetos de arte, comida, etc ...
Igreja de São José
Praça Sete
Praça da Estação
Feira Hippie - Av. Afonso Pena

Subimos uma das principais ruas do centro, a Rua da Bahia, onde se concentram Museus, casarões e os edifícios mais antigos da cidade.

O almoço foi em um dos restaurantes mais tradicionais da cidade quando o assunto é comida mineira, o Dona Lucinha Armazém Restaurante. A comida é daquelas que todos nós esperamos encontrar quando chegamos em Minas Gerais (bem típica e com gostinho de feito em casa): Feijão Tropeiro, Frango com quiabo, farofa, couve, frango ao molho pardo, vaca atolada, angu (polenta), pão de queijo, linguiça artesanal, vários tipos de sobremesas como doce de leite, ambrosia, goiabada, cocada, compotas de frutas, servidos com aquele queijinho mineiro, claro! Sem contar os licores que ficam logo na entrada como cortesia de boas vindas. ( R$49,90 por pessoa para comer TUDO a vontade) o restaurante retrata muito bem a história de Minas Gerais através da decoração com utensílios, louças e móveis de época (Leia o post completo Restaurante).





Depois da comilança seguimos até a Praça da Liberdade, linda, outro cartão postal da cidade!! Onde está hoje o maior complexo cultural do Brasil!! Lugares que deixamos para entrar e visitar com calma em um outro dia - Casa Fiat de Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o Espaço do Conhecimento UFMG, o Memorial Minas Gerais Vale, o Museu das Minas e do Metal, o Museu Mineiro.... ( leia o post da Praça da Liberdade)







Próxima parada no Bairro Mangabeiras, onde fica a Praça da Bandeira e a Praça Israel Pinheiro, que depois do Papa João Paulo II ter celebrado um missa lá em 1980 e ter se encantado com o "belo horizonte" ficou conhecida como a "Praça do Papa". A vista é realmente linda e fica no pé da Serra do Curral, uma região nobre, onde está o palácio do governador, muitas mansões...coisa chique! 



Agora o BELO HORIZONTE meeeesmo você consegue ver do Mirante de Mangabeiras, que funciona todos os dias de 10h às 22h (só pode entrar la de carro idosos e portadores de necessidades especiais).





Fica em uma área de preservação ambiental, com mais 1.100 metros de altitude, rodeada de muto verde, com decks de madeira e essa vista panorâmica incrível (dizem que o pôr do sol ali é demais!! ) E para os que gostam de aventura essa é a oportunidade de descer na maior Tiroleza em extensão do estado (uhuuu, nós fomos e é show - leia o post)








Do ao vivo para a história de BH  muito bem retratada através de um acervo com imagens e exposições no Museu Histórico Abílio Barreto, em um antigo casarão, sede da antiga Fazenda do Leitão . (no bairro Cidade Jardim, região sul da capital - entrada franca).



Outra atração são os veículos de época que ficam no jardim: um carro de boi, uma locomotiva a vapor e um Bondinho elétrico (um dos últimos a circular na capital nos anos de 1960). Além de um anexo com uma exposição sobre o cinema, teatro e bonecos de ventrículo.








No retorno ao hotel uma volta para conhecer as charmosas praças e ruas do bairro de Lourdes e da Savassi, "onde tudo acontece", uma das regiões mais nobres e badaladas de BH (a Capital dos Botecos) onde estão reunidos vários dos melhores bares, restaurantes e gelaterias da cidade...
Praça da Savassi
Valeu a pena, sozinhas ou em um passeio comum não conseguiríamos conhecer tantos lugares assim em único dia. #Temqueir
Serviços:

Tour em BH

www.masterreceptivo.com.br
Contato: (31) 3274-9628/98727-8787 
reserva@masterreceptivo.com.br


*Baseado na nossa experiência. Preços, horários e informações referem-se a data da nossa viagem, portanto podem ser alterados ao longo do Tempo.




0 comentários:

Postar um comentário

Posts Populares

 
Tem que ir ©| Desenvolvido por Onze Web.