slider

Destaques

10 de julho de 2017

Santuário do Caraça, cultura, paz e natureza em uma das 7 Maravilhas da Estrada Real - MG



Como disse Dom Pedro II ao passar por ali "Só o Caraça paga toda a Viagem a Minas" e nós concordamos com ele, um refúgio de muita paz e natureza em meio as montanhas de Minas Gerais...



Saímos de BH logo cedo a bordo da Master Receptivo (empresa com os mais variados roteiros de minas) foram cerca de 120km (2horas) para chegar nessa que é considerada uma das 7 Maravilhas da Estrada Real.



Achamos muito interessante a história do lugar, vou resumir um pouco aqui: Tudo começou quando Irmão Lourenço (português) construiu ali uma capelinha para fazer trabalhos sociais e religiosos na região, antes de sua morte ele doou a capela para a Coroa Portuguesa na esperança de que continuassem o seu trabalho, por sua vez Dom João VI doou a propriedade para a Congregação da Missão que em 1820 fundou ali o Colégio e Seminário do Caraça, considerado um dos melhores do Brasil. Até que em 1968 um dos alunos esqueceu o fogaréu aceso e um incêndio acabou com o colégio.



Uma parte do prédio incendiado foi preservado (em ruínas) e o restante do complexo foi restaurado. Possui além do Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens, uma pousada, uma biblioteca, um museu e toda a estrutura para os que desejam conhecer, fazer as trilhas e visitar as cachoeiras, já que está cercado pela Serra do Espinhaço e foi declarado como RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) Tudo administrado até hoje pela Congregação da missão.



São várias trilhas, com duração e dificuldade variadas, a da "Cascatona" por exemplo, são 6km  até chegar na cachoeira de aprox. 80m (umas 2 horas de ida) nós fizemos a trilha que leva até a cachoeira da "Cascatinha", 2km, achamos tranquila, acredito que qualquer pessoa consegue fazer... Na sede há orientações sobre os passeios, os guias só acompanham os visitantes para os picos (necessário agendamento). Nós estávamos com o guia da Master Receptivo, foi ótimo porque sem ele algumas informações e curiosidades passariam despercebidas, mas as trilhas são bem sinalizadas.





O dia estava lindo, bem ensolarado e quente, mas não foi puxado já que no caminho além de trechos de Cerrado (mais aberto) tem a Mata Atlâtica (mais fechada com aquela sombrinha boa pra refrescar)...




Várias espécies de plantas, aquele som da mata e o visual de arrasar da Serra do Espinhaço, nem vimos esses dois km passar, quando percebemos já estávamos escutando o barulho das águas e chegamos na Cascatinha! A água tem esse tom escuro (dizem "cor de coca-cola") por causa do tipo de vegetação e outras condições ambientais, mas é completamente limpa e gelaaaada!rs






Ohhhh delícia de lugar!! Vontade de ficar ali o dia todoooo!! Mas a essa altura a fome falou mais alto e outras delícias já estavam nos esperando quentinhas no fogão a lenha do restaurante. R$25,00 para se servir a vontade (bebidas a parte). Na ocasião várias opções de saladas, arroz, feijão, farofa, frango, lombo, entre outras coisas. Tudo muito saboroso e caseiro, com doce de abóbora com côco de sobremesa e pra finalizar aquele cafézinho com gostinho de roça !!




Foi muito legal saber que comemos ali como nos tempos do Colégio.



Aliás no prédio que foi incendiado fica o Museu, uma verdadeira viagem ao tempo: móveis, objetos...tudo que os alunos e padres usavam e o incêndio não destruiu está ali! Além das camas que dormiram D. Pedro II e sua esposa Teresa Cristina quando visitaram o Santuário...







No segundo andar fica a Biblioteca, com livros que são verdadeiras relíquias...




Conhecemos também o jardim onde está o relógio de Sol e fomos até as Catacumbas (onde estão as ossadas dos Padres que viviam ali)...



Com o aumento dos alunos do colégio e seminário, a Capelinha construída pelo Irmão Lourenço já não comportava mais o n° de pessoas que passaram a visitá-la, então um dos Padres decidiu demolir a capelinha e construir no lugar o atual Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens (a primeira igreja neogótica do Brasil), no estilo francês mas com material regional (pedra sabão, marmore, quartzito...) Linda!! No lado de dentro um órgão com 700 tubos, vitrais franceses, a imagem de Nossa Senhora Mãe dos Homens e o quadro da Santa Ceia, obra do mestre Ataíde (que ficava no refeitório do colégio incendiado e foi restaurado).






Também chamou nossa atenção o Soldado Romano embalsamado perto do altar (até arrepiamos quando chegamos perto), ele foi morto por confessar a fé em Cristo e encontrado em uma catacumba na Roma. Seus ossos foram cobertos de cera, um pouco do sangue e a areia do túmulo estão em um cálice ao seu lado. Impressionante!



Subimos até o Mirante, onde tem um espaço que representa a "Paixão de Cristo" e uma vista linda para o Santuário. Mais ao fundo olhando para a Serra uma pedra que parece um rosto de perfil, uma cara enoooorme – a "Caraça" daí o nome "Santuário do Caraça" 




Outra atração fica para a noite quando uma espécie de Lobo Guará (animal ameaçado de extinção e símbolo do parque) aparece no adro da igreja para receber comida dos padres (uma experiência e tanto para os que se hospedam na pousada do santuário).



Ainda fizemos o "antigo caminho" onde está a marcação do tropeço de Dom Pedro II ( também tropecei ali algumas vezes. Bora fazer a marcação produção!! rsrs)



O complexo ainda tem uma lanchonete, lojinha de artesanato...



Já na saída do Parque paramos em um outro mirante para ver o Santuário do exato lugar onde Dom Pedro II costumava admira-lo (até encomendou uma pintura daquela paisagem - o quadro hoje está no restaurante) Demais!!!




E assim pegamos a estrada de volta a BH. Foi um dos passeio que mais gostamos de fazer durante nossa viagem a Minas, a história do lugar misturado com tudo que vivemos ali fez o dia ser um daqueles inesquecíveis! Só conseguimos agradecer a Deus pela oportunidade de viver para conhecer um lugar assim tão especial. Tem que ir!!!



Informações

Passeio ao Santuário do Caraça:

www.masterreceptivo.com.br
Contato: (31) 3274-9628/98727-8787 
reserva@masterreceptivo.com.br

Taxa de Visitação: R$ 10,00 por pessoa.
Crianças até 6 anos: entrada gratuita mediante apresentação de documento.
Idosos pagam meia apresentando documento com foto.
Horário de Visitação: Segunda a Segunda – Entrada a partir das 08:00h até às 15:30h e a
permanência dentro do Santuário do Caraça até às 17:00h.
Preço da Refeição: R$ 25,00 por pessoa - Crianças até 6 anos não pagam

Maiores informações:  www.santuariodocaraca.com.br

*Baseado na nossa experiência. Preços, horários e informações referem-se a data da nossa viagem, portanto podem ser alterados ao longo do Tempo.




2 comentários:

  1. Estou adorando suas dicas de Minas! Tudo anotado! 😉Parabéns pelo post, rico em detalhes e informações 👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Ficamos muito felizes que tenha gostado!!

      Estamos amando Minas e o Santuário do Caraça foi especial!! Tem que ir!!

      Super beijo!!

      Excluir

Posts Populares

 
Tem que ir ©| Desenvolvido por Onze Web.